Escola de Negócios EENI Business School

Interações Civilização Africana - mundo


Compartilhar por Twitter

Conteúdo programático da unidade curricular (UC) da EENI

Relações do Espaço Económico Africano com outras civilizações (muçulmanao)

Análise das interações económicas da Civilização Africana com a...

  1. A Civilização Islâmica
  2. A Civilização Hindu
  3. A Civilização Ocidental
  4. A Civilização Sínica
  5. A Civilização Budista
  6. A Civilização Ortodoxa

Estudante Doutoramento, Mestrado, Negócios Internacionais, Comércio Exterior

A UC «As interações do Espaço Económico da Civilização Africana com o mundo» é estudada nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School:

Doutoramento em Negócios Africanos, Ética, religiões e negócios, Comércio Mundial.

Doutorados (Doutoramentos) Profissionais em Negócios Internacionais - Formação online

Mestrados: Negócios em África, Negócios Internacionais, Comércio Exterior.

Mestrados em Comércio Exterior e Negócios Internacionais - Formação online

Línguas: Ensino superior à distância (Cursos, Mestrados, Doutoramento) em Português, comércio exterior ou Estudar comércio exterior em Inglês online African civilization Estudar mestrado negócios internacionais e comércio exterior em Francês Civilisation Africaine Mestrado negócios internacionais comércio exterior EAD em Espanhol Civilización africana.

Mestrados adaptados para os estudantes de Angola, de Cabo Verde, da Guiné-Bissau, de Moçambique e de São Tomé e Príncipe.

Relações internacionais africanas

Civilizações e integração

Relações internacionais africanas: UE, AGOA, Países árabes, América do Sul, BRICS

As interações da Civilização Africana com as outras civilizações.

Confiamos em áfrica. Ensino superior a preços acessíveis para os africanos. Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé

Interações da Civilização Africana com a Civilização Islâmica.

Análise das relações internacionais africanas e das interações entre os diferentes espaços económicos da Civilização Africana:

  1. Espaço Económico da África Ocidental
  2. Espaço Económico da África Central
  3. Espaço Económico da África Austral
  4. Espaço Económico da África Oriental
  5. Espaço Económico Magrebino

A Argélia, o Benim, o Burquina Faso, os Camarões, o Chade, as Comores, a Costa do Marfim, o Egito, o Gabão, a Gâmbia, a Guiné, a Guiné-Bissau, a Líbia, o Mali, o Marrocos, o Maláui, Moçambique, o Níger, a Nigéria, o Senegal, a Serra Leoa, a Somália, o Sudão, o Togo, a Tunísia, o Uganda e o Jibuti são membros da Organização Cooperação Islâmica, isto é, vinte e sete dos cinquenta e sete membros da OCI são países africanos. Estes países além fazem parte...

  1. Centro Islâmico para o Desenvolvimento do Comércio Exterior
  2. Comité Permanente para a Cooperação económica e Comercial da OCI
  3. Câmara de Comércio e Indústria Islâmica
  4. Sistema de Comércio Preferencial da Organização para a Cooperação Islâmica
  5. Centro de Investigação Económica - Social

Cooperação África-Países Árabes. Área de comércio preferencial afro-árabe. Angola, Moçambique, Cabo Verde...

Sistema de Comércio Preferencial (OCI-TPS).

  1. Dos países africanos unicamente o Marrocos assinou o Acordo-quadro + PRETAS (Protocolo sobre o regime tarifário preferencial) + Regras de origem
  2. Dezassete países africanos (o Egito, a Guiné, a Mauritânia, o Níger, o Sudão, a Somália, a Tunísia, a Serra Leoa, a Gâmbia, a Guiné-Bissau, o Burquina Faso, os Camarões, as Comores, o Jibuti, o Benim, a Nigéria e a Costa do Marfim) assinaram o Acordo-quadro + PRETAS
  3. O Chade, o Gabão, a Líbia, o Senegal e a Uganda unicamente assinaram o Acordo-quadro
  4. A Argélia, o Mali, Moçambique e o Togo ainda não ratificaram o Acordo

A Líbia, a Mauritânia, o Marrocos, Moçambique, o Senegal, a Serra Leoa, a Somália, o Sudão, o Togo, a Tunísia, o Uganda, o Níger, o Chade, o Benim, a Argélia, o Burquina Faso, os Camarões, a Gâmbia, o Mali, a Nigéria, as Comores, a Costa do Marfim, o Jibuti, o Gabão, a Guiné, a Guiné-Bissau e o Egito são membros do Banco Islâmico de Desenvolvimento.

Todos os países africanos são beneficiários do Banco Árabe para o Desenvolvimento Económico de África (BADEA), os países africanos membros da Liga Árabe são além membros do BADEA.

A Argélia, as Comores, o Jibuti, o Egito, a Líbia, o Marrocos, a Mauritânia, a Somália, o Sudão e a Tunísia são membros da Liga dos Estados Árabes, isto é, 10 dos 21 membros da Liga Árabe são países africanos.

Todos os países da União Africana e todos os países da Liga Árabe fazem parte da Cooperação África-Países Árabes.

A Argélia, as Comores, o Jibuti, o Egito, a Líbia, o Marrocos, a Mauritânia, a Somália, o Sudão, a Síria e a Tunísia pertencem a Cúpula América do Sul-Países Árabes (ASPA) e do Diálogo Ásia-Médio Oriente (AMED).

O Egito, o Marrocos e a Tunísia fazem parte do Acordo de Agadir.

Maurícia tem uma Zona Preferencial de Comércio com o Paquistão.

A Turquia tem acordos com o Marrocos e a Tunísia.

Associação África-Turquia. A União Africana considera a Turquia como um parceiro estratégico para a África.

A Argélia, o Chade, o Egito, a Guiné, a Líbia, o Mali, a Mauritânia, o Marrocos, o Níger, o Senegal, o Sudão, a Somália, a Tunísia, a Costa do Marfim, a Serra Leoa, o Gabão, a Gâmbia, a Guiné-Bissau, o Uganda, o Burquina Faso, os Camarões, as Comores, o Jibuti, o Benim, a Nigéria, Moçambique e o Togo são os principais países africanos receptores dos Fundos Árabes para o Desenvolvimento.

  1. Os países africanos da Liga Árabe são membros beneficiários do Fundo Árabe para o Desenvolvimento Económico e do Fundo Monetário Árabe
  2. Estes países podem beneficiar-se do Programa de financiamento do Comércio Árabe, do Fundo Abu Dabi e do Fundo Kuwaiti
  3. A Argélia, o Gabão, a Líbia e a Nigéria são membros do Fundo OPEP para o Desenvolvimento

Interações da Civilização Africana com os espaços económicos da civilização Ocidental.

Europeu.

  1. SPG da UE
    1. Os países africanos beneficiários do esquema Tudo Menos Armas (EBA) da UE: Angola, o Chade, a RD Congo, as Ilhas Comores, o Níger, o Jibuti, o Lesoto, o Ruanda, o Benim, a Guiné Equatorial, a Libéria, a Eritreia, Madagáscar, São Tomé e Príncipe, o Togo, o Burquina Faso, a Etiópia, o Maláui, o Senegal, o Burúndi, a Gâmbia, o Mali, a Serra Leoa, o Uganda, o Quénia, a Guiné, a Mauritânia, a Somália, Cabo Verde, a Guiné-Bissau, Moçambique, o Sudão, o Sudão do Sul, a República Centro-Africana, a Tanzânia e a Zâmbia
    2. Cabo Verde é beneficiário do SPG+
  2. Todos os países da África Subsariana são beneficiários da Parceria estratégica UE-África
  3. O Egito e todos os países magrebinos fazem parte da Associação Euro-Mediterrânica (EUROMED) e da Política Europeia de Vizinhança (Mauritânia não está incluída)
  4. A UE tem acordos com a Costa do Marfim, os Camarões, a África do Sul e com a SADC além de um Acordo de Associação com a Argélia
  5. A Associação Europeia de Livre-Comércio tem um acordo comercial com a União Aduaneira da África Austral (SACU)

Norte-americano.

  1. Quase todos os países africanos (menos Sudão ou Zimbábue) são beneficiários da AGOA dos EUA
  2. Os EUA têm além Acordos de Comércio e investimentos com a União Económica e Monetária do Oeste Africano (UEMOA), a EAC, a Mercado Comum da África Oriental e Austral (COMESA) e um Acordo de Livre-Comércio com o Marrocos

Latino-americano.

  1. O Acordo comercial MERCOSUL-Comunidade Desenvolvimento da África Austral (SADC)
  2. Acordo MERCOSUL-Egito
  3. Todos os países da União Africana são membros da Cúpula América do Sul-África

Interações da Civilização Africana com a Civilização Sínica.

Fórum de Cooperação China-África.

Interações da Civilização Africana com a civilização Hindu.

  1. O Acordo-quadro para a Cooperação África-Índia
  2. A Índia tem um acordo com a União Aduaneira da África Austral (SACU)
  3. O Acordo Índia-Maurícia é fundamental e atua como uma ponte entre a Índia e os mercados africanos
  4. A Índia tem vários acordos de livre-comércio com os países africanos: Angola, o Botsuana, os Camarões, a Costa do Marfim, o Gana, a Libéria, Moçambique, a Nigéria, o Ruanda, o Senegal, a África do Sul, a Essuatíni, as Seicheles, a Tanzânia, o Uganda, a Zâmbia e o Zimbábue

Interações da Civilização Africana com a civilização budista.

  1. Associação Coreia do Sul-África
  2. O Japão promove as suas relações com a África através de Conferencia Internacional de Tóquio sobre o Desenvolvimento de África

Interações multicivilizational da Civilização Africana.

  1. A Parceria Estratégica África-Ásia
  2. A Cooperação África-Países BRICS (África do Sul é um país BRICS)
  3. As Comores, o Quénia, Madagáscar, Maurícia, Moçambique, as Seicheles, a África do Sul e a Tanzânia são membros da Associação da Bacia do Oceano Índico

África-BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China, África do Sul) Cooperação

Portal Negócios em África da EENI.