Escola de Negócios EENI Business School

Acordo de Associação UE-Tunísia


Compartilhar por Twitter

Conteúdo programático da unidade curricular (UC) da EENI

Comércio exterior União Europeia-Tunísia (Acordo de Associação)

  1. Introdução ao Acordo de Associação União Europeia-Tunísia
  2. As principais características do Acordo de Associação Tunísia-União Europeia

Exemplo: Acordo UE-Tunísia:
Acordo de Associação União Europeia (Portugal)-Tunísia

Relações internacionais da União Europeia

Estudantes Negócios Internacionais

A UC «Acordo de Associação UE-Tunísia» é estudada nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School:

Cursos: Negócios no Magrebe

Doutoramento em Negócios Africanos, Comércio Mundial.

Doutorados (Doutoramentos) Profissionais em Negócios Internacionais - Formação online

Mestrado em Negócios Internacionais, Comércio Exterior.

Mestrados em Comércio Exterior e Negócios Internacionais - Formação online

Línguas: Ensino superior à distância (Cursos, Mestrados, Doutoramento) em Português, comércio exterior + Mestrado negócios internacionais comércio exterior EAD em Espanhol Unión Europea-Túnez Estudar comércio exterior em Inglês online European Union-Tunisia Estudar mestrado negócios internacionais e comércio exterior em Francês Union européenne-Tunisie.

Portugal, estudar, Doutoramento, Mestrado, Negócios Internacionais, Comércio Exterior Mestrados adaptados para os estudantes de Portugal.

Acesso preferencial / Acordos comerciais

A Tunísia tem em vigor um Acordo de Associação com a UE dentro do marco da Parceria Euro-Mediterrânica.

Um dos objetivos do Acordo de Associação UE-Tunísia é alcançar a liberalização do comércio bilateral de bens, serviços e capitais assim como a criação de uma Área de Livre-Comércio entre a Tunísia e os países da UE (Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Croácia, Chipre, Dinamarca, França, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Estónia, Finlândia, Grécia, Hungria, Irlanda, Itália, Letónia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, os Países Baixos, Polónia, Portugal, a República Checa, Roménia, Suécia).

O Acordo de Associação UE-Tunísia, permite a Tunísia:

  1. Um tratamento preferencial para os produtos agrícolas (incluídos os produtos de exportação agrícolas transformados) e da pesca
  2. Um acesso ao mercado da UE livre de direitos para todos os produtos manufaturados tunisianos

O draubaque de direitos no Acordo de Associação UE-Tunísia está proibido.

Tolerância: 10 % do preço do produto.

Tipo de acumulação: completa, diagonal e bilateral.

Documentos obrigatórios:

  1. O certificado de circulação de mercadorias EUR-MED e o certificado EUR.1 (emitido pelas autoridades aduaneiras da Tunísia)
  2. A Declaração em fatura (pelo exportador) e declaração em fatura EUR-MED

A Tunísia também faz parte:

  1. A Política Europeia de Vizinhança
  2. O Acordo de Agadir
  3. O Sistema paneuromediterrânico de acumulação de normas de origem

A Tunísia tem além um mecanismo de resolução de litígios comerciais com a UE.

O Acordo de Associação UE-Tunísia pertence ao Espaço Económico Europeu da Civilização Ocidental e à civilização Islâmica.

Acordos da UE.

Mais informação: Tunísia (Portal Negócios em África da EENI).

  1. Sfax, Sousse
  2. Transporte na Tunísia
  3. Os Portos tunisianos

Confiamos em áfrica. Ensino superior a preços acessíveis para os africanos. Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé


(c) EENI Global Business School (1995-2023)
Não usamos cookies
Topo da página

EENI: O Conhecimento leva à unidade, assim como a ignorância à diversidade