Escola de Negócios EENI Business School

Organização dos Estados das Caraíbas Orientais



Compartilhar por Twitter

Conteúdo programático da unidade curricular (UC) da EENI

União Económica, Organização dos Estados das Caraíbas Orientais

  1. Introdução à Organização dos Estados das Caraíbas Orientais (OECO)
    1. O Tratado Revisado de Basseterre
  2. A estrutura e a organização
  3. A União Económica da Organização dos Estados das Caraíbas Orientais
    1. O Banco Central das Caraíbas Orientais
    2. A União Monetária das Caraíbas Orientais
    3. O Mercado de Capitais
  4. O perfil económico dos estados da Organização dos Estados das Caraíbas Orientais
  5. Acordo CARIFORUM-UE

Exemplo: A Organização dos Estados das Caraíbas Orientais
Organização dos Estados das Caraíbas Orientais (OECO) União Monetária. Tratado Revisado de Basseterre

Estudantes, Curso Mestrado Doutoramento, Negócios Internacionais, Comércio Exterior

A UC «A Organização dos Estados das Caraíbas Orientais» é estudada nos seguintes programas ministrados pela EENI Global Business School:

Mestrado em Negócios Internacionais, Comércio Exterior.

Mestrados em Comércio Exterior e Negócios Internacionais

Doutoramento: Comércio Mundial.

Doutorados (Doutoramentos) Profissionais em Negócios Internacionais

Ensino superior à distância (Cursos, Mestrados, Doutoramento) em Português, comércio exterior Estudar comércio exterior em Inglês online Organisation of Eastern Caribbean States Estudar mestrado negócios internacionais e comércio exterior em Francês Organisation des États de la Caraïbe orientale Mestrado negócios internacionais comércio exterior EAD em Espanhol Organización de Estados del Caribe Oriental.

Negócios nas Caraíbas

Em 1981 assinou-se o Tratado de Basseterre que criou a Organização dos Estados das Caraíbas Orientais (OECS) por sete países das Caraíbas Orientais; hoje a OECS é composta por nove países: Antígua e Barbuda, a Dominica, Granada, Montserrat, São Cristóvão e Neves, Santa Lúcia e São Vicente e Granadinas. Em 2010 assinou-se o Tratado Revisado de Basseterre.

Todos eles são membros da CARICOM.

  1. membros associados da Organização dos Estados das Caraíbas Orientais (OECO): Anguilla, Ilhas Virgens Britânicas, Guadalupe, Martinica

Acesso preferencial / Acordos comerciais

Todos estes países também são membros do Mercado Único e Economia das Caraíbas (CSME) e do Acordos de Parceria Económica CARI FORUM-CE (AAE) com a UE.

Outros objetivos da Organização dos Estados das Caraíbas Orientais são:

  1. Apoiar a integração económica regional
  2. Encorajar a cooperação económica entre os países-membros
  3. Harmonizar as políticas fiscais e monetárias
  4. Desenvolver os setores estratégicos dos países-membros (a energia, o turismo, a agricultura...)
  5. Desenvolver uma focagem comum no médio ambiente, a saúde, o Comércio exterior regional.

Os sete países da Organização dos Estados das Caraíbas Orientais (OECO) compartilham uma moeda comum, o dólar das Caraíbas Orientais emitido pelo Banco Central das Caraíbas Orientais.

Exemplo:
Comunidade das Caraíbas (CARICOM)

A Organização dos Estados das Caraíbas Orientais é uma instituição económica que pertence à Civilização Cristã - área Caribenha.




(c) EENI Global Business School (1995-2024)
Não usamos cookies
Topo da página

EENI: O Conhecimento leva à unidade, assim como a ignorância à diversidade